26/11 – Começou a ser instalada, na segunda-feira (18), a primeira torre de transmissão de sinal de telefonia celular que fica dentro do perímetro urbano de Itaú de Minas. Até pouco tempo, a legislação municipal não permitia esse tipo de antena dentro da cidade, apenas na área rural.

 

A lei que trata deste assunto é a Lei Municipal nº 558, de 24 de março de 2005, que, neste ano, foi alterada pela Lei Complementar nº 54, de 29 de abril de 2019, e dispõe sobre normas gerais para instalação de torres de operadoras de telefonia celular, estações de rádio base e equipamentos afins. A lei foi aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito, Ronilton Gomes Cintra.

 

A torre instalada fica num terreno localizado na Rua Milton de Souza Meireles, nas proximidades da Av. Liberdade. O que chama a atenção é que a torre está numa parte baixa do município, ao lado do Córrego do Ferro, que corta a cidade. Talvez, o objetivo da empresa seja que o sinal da operadora atinja, em especial, a parte urbana de Itaú de Minas.

 

Nossa reportagem apurou que a documentação do projeto para esta torre foi apresentada para o setor de Engenharia da Prefeitura pela empresa ACS Empresarial, com sede em Itabira/MG. Entramos em contato com esta empresa e a pessoa que nos atendeu até se dispôs a gravar uma entrevista, porém, já passados alguns dias, até o fechamento desta matéria, ainda não havia o aval da parte institucional da empresa autorizando uma entrevista.

 

Extra-oficial, a informação que obtivemos é que esta torre será utilizada pela operadora Vivo. Ela tem, ao todo, 53 metros de altura, sendo 50 metros da torre propriamente dita e 3 metros de para-raio.

 

Até na terça-feira (19), um dia depois da torre ter sido erguida, o Setor de Engenharia da Prefeitura informou que ainda faltava a empresa apresentar algumas licenças exigidas para o projeto.