05/11 – Um homem suspeito de ter matado um agricultor na região foi preso em Ribeirão Preto na tarde de quinta-feira (1).

O rapaz, de 29 anos, investigado pela morte de José Adão Araújo, de 55 anos, encontrado carbonizado entre Passos e São José da Barra, foi detido no terminal rodoviário por volta das 14h30.

Segundo a Polícia Militar, o suspeito negou envolvimento no caso e disse que estava de passagem por Ribeirão e estava na rodoviária à espera de um amigo para comprar uma passagem para São Paulo. Ele seria encaminhado para a cadeia de Monte Santo de Minas.

O agricultor estava desaparecido desde a sexta-feira (26). José Adão saiu de sua casa em Bom Jesus da Penha para se encontrar com uma mulher que havia conhecido por meio de uma rede social na internet e, depois disso, não mais foi visto. O carro dele, com placas de Itaú de Minas, foi encontrado carbonizado no sábado (27) em uma estrada rural entre Itaú de Minas e Pratápolis.

De acordo com reportagem da EPTV, as investigações apontam que José Adão foi morto após marcar um encontro com uma jovem e o namorado dela, que haviam premeditado o crime.

Segundo apurou a reportagem, depois de aplicar uma alta dose de medicamento, a dupla obteve as senhas bancárias da vítima, atearam fogo no corpo e o abandonaram perto de Passos.

Ainda de acordo com a reportagem, o casal seguiu até uma agência bancária em Itaú de Minas, mas não conseguiu sacar o dinheiro da conta, pois a senha informada estava errada.

Fonte: G1