13/06 – As Unidades de PSF´s 3 e PSF 4 realizaram ações nas escolas, durante a semana passada, visando o combate à Dengue. Foram promovidas palestras e teatro educativos e informativos. Todos os eventos tiveram um único objetivo: levar conscientização aos estudantes para que tomem medidas em suas casas e bairros para se evitar a água acumulada e, desta forma, combater a proliferação do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, febre amarela, zika e chikungunya; doenças que podem gerar outras enfermidades, como microcefalia e Guillain-Barré.

 

Na Escola Municipal Engenheiro Jorge Oliva, foi realizada uma com o tema “Esteja aqui ou esteja lá, a dengue vai onde a água acumular”, para os alunos do matutino e vespertino. Conforme conta a enfermeira Fabíola Ramos, coordenadora do PSF 4, ainda foi feita uma dinâmica de jogo de perguntas e respostas.

 

“Os alunos fizeram uma roda e passavam a dengue de mão em mão. Quando a música parava, o aluno tinha que responder uma pergunta relacionada com ao tema que foi dado. Foi muito bom. Eles interagiram de forma gratificante”, disse a enfermeira que também foi a ministrante da palestra.

 

Já no Cemei Sônia Salte, foi encenado um teatro com a temática educativa sobre a prevenção a dengue. Com uma apresentação lúdica, onde servidores públicos vestiram a roupa do mosquito aedes, as crianças puderam aprender e tirar suas dúvidas a respeito da doença. As ações na creche foram desenvolvidas pela equipe do PSF 3.

 

Ainda, no PSF 3, foi elaborado um outro projeto com grupos de hipertensos. As reuniões ocorrerão todas as sextas-feiras, a partir das 9h, na sede do Chame; localizada na antiga escola Dom Inácio. As reuniões são abertas e todos os hipertensos da área de abrangência da Unidade podem e devem participar.