31/10 – A Prefeitura Municipal de Itaú de Minas assinou uma Carta Compromisso com a Aagaim (Associação dos Agentes Ambientes de Itaú de Minas), com a intenção de retomar as operações na UTC (Usina de Triagem e Compostagem). O encontro ocorreu na sala de reuniões do paço municipal, nesta quarta (23), e contou com a presença de representantes do Executivo, da Votorantim, do Instituto Terroá e da diretoria e membros da Aagaim. Já nesta segunda, (28), foi realizada uma visita técnica a sede da UTC para ver de perto como estão as adaptações realizadas no local. Os integrantes da entidade ainda participaram de um café oferecido pela Prefeitura.

 

O prefeito Ronilton Gomes Cintra agradeceu aos servidores Álvaro Guiraldelli, Luiz Campos Netto e Marcos Geovany Amorim, que estavam a frente do setor quando iniciou-se esta ação, destacando também a participação dos vereadores Zetinho, Roberto, Denão e Nunes; observando que o Nunes foi um dos responsáveis pela elaboração do Estatuto da Aagaim. Ronilton ainda parabenizou o senhor Luiz Antônio, que foi um grande motivador para criação da entidade, e aos demais envolvidos.

 

O prefeito destacou também o apoio da Votorantim, por meio do Instituto Votorantim, o trabalho da secretária de Obras, Serviços Urbanos e Meio Ambiente, Giani Malaguti, e a atual diretoria da Aagaim, na pessoa da presidente Rita e demais membros.

 

Durante a visita, o vice-prefeito Otacílio Teixeira Neto, comentou que a assinatura da Carta é um avanço dado em favor do meio ambiente e da geração de renda para os integrantes da associação, contando com o apoio do Instituto Terroá.

 

O trabalho para se chegar até este momento foi árduo e longo. Por intermédio do Instituto Votorantim, iniciou-se um planejamento com ações práticas de capacitação pessoal dos membros da ainda não formada Aagaim (os agentes trabalhavam de forma isolada e individual). Por cerca de dois anos, eles passaram por cursos e treinamento por consultoria específica com aulas aos sábados pela manhã e tarde.

 

O grupo, então, foi dividido em dois; sendo um para apoio em gestão (formado por membros da sociedade civil, da Prefeitura e da Votorantim) e o outro pelos próprios agentes ambientais. Durante este processo, os próprios participantes escolheram o que seria melhor para se formar: uma cooperativa ou uma associação. Após a realização de pesquisas e apresentações dos resultados, o grupo, em discussão democrática, optou pela formação de uma Associação. Nascia a Aagaim, com seus integrantes empoderados e detentores do saber de seu importante papel dentro da comunidade e, especialmente, dentro do espectro  ambiental.

Fonte: Ascom Prefeitura de Itaú de Minas