NOTA ABERTA A POPULAÇÃO

 

CÂMARA TENTA APROVAR MAIOR ORÇAMENTO DA HISTÓRIA. AUMENTO PARA OS GASTOS NO LEGISLATIVO CHEGA A MAIS 50%.

 

A prefeitura vem a público externar ao povo e aos servidores municipais sua grave preocupação com a proposta orçamentária da Câmara Municipal para o ano de 2020. O atual orçamento anual gira em torno de R$ 2.100.000,00 e para o próximo ano, a Mesa Diretora da Câmara colocou uma proposta, de última hora, com valores que chegam a mais de R$ 3.270.000,00. Um aumento, injustificado, de mais de 50% nos gastos com o Legislativo. Isso afeta a Saúde, a Educação, a Limpeza Urbana e até mesmo o pagamento da folha dos servidores municipais.

 

A grande pergunta que fazemos é: por que aumentar tanto o orçamento do Legislativo se, todo ano, ocorre até mesmo a devolução dos recursos excedentes ao Executivo? Isso confirma que o valor dá e ainda sobra! Será que em ano eleitoral as contas mudam? Será que não pensaram que a população e os servidores municipais são os maiores prejudicados? O que se esconde realmente dentro desta proposta calamitosa? Fica o nosso questionamento!

 

Atualmente, o repasse para a Câmara, obrigatório todo dia 20 de  cada mês, é no valor de R$ 175.000,00 – para pagamento dos salários dos vereadores, servidores e manutenção das atividades. Agora, com essa nova proposta orçamentária, esse repasse passará para cerca de R$ 272.000,00. Valor esse que a Lei obriga a municipalidade a repassar ao Legislativo todo dia 20 de cada mês. E já no dia 30, a prefeitura tem que realizar o pagamento da folha dos servidores municipais.

 

Somente na última reunião, desta terça-feira (13), os demais vereadores tomaram conhecimento da proposta da atual Mesa Diretora – composta pelos vereadores Matheus Vilela (presidente), Oberdan Faria (vice-presidente) e Juliana Mattar (secretária) – sendo que a primeira votação já foi marcada para quarta-feira (14). Sim! O prazo para votação é da noite para a dia. Fato que também causa muita estranheza!

 

Desta forma, pedimos aos vereadores componentes da Mesa Diretora que repensem seu modo de agir, analisem os prejuízos para a população e para os servidores municipais, que terão seus salários prejudicados.

O nosso Legislativo está na contramão das demais Câmaras da região, que mesmo tendo suas arestas políticas, estão trabalhando em prol da população e não contra os cidadãos. A previsão do novo orçamento do Legislativo itauense integra gastos com festas, reformas e aquisição de imóveis; enquanto o município amarga uma de suas piores crises financeiras e tem se desdobrado para manter os serviços públicos essenciais.

 

PREFEITURA DE ITAÚ DE MINAS – ADMINSTRAÇÃO 2017/2020

 

 

Sobre este assunto, nossa reportagem entrou em contato com o vereador e presidente da Câmara Municipal, Matheus Vilela Silva. Ele nos enviou um áudio falando sobre este orçamento da Câmara para o próximo ano.

O prefeito, Ronilton Gomes Cintra, também fala sobre esta proposta de orçamento da Câmara Municipal.