06/01 – O prefeito municipal Ronilton Cintra fez a entrega oficial dos Termos de Concessão e Uso de Bem Público a empresários do Cecoi (Centro Comercial e Industrial de Itaú de Minas). O documento foi entregue aos empresários que já mantinham suas atividades econômicas comprovadas no local e para os novos empresários que irão investir na instalação de suas empresas no Cecoi. Agora, todas estas empresas estão devidamente regulamentadas e documentadas para exercerem suas atividades e promoverem investimentos para a geração de mais empregos e renda para a população itauense.

 

Para que não ocorressem injustiças, as empresas que estavam em plena atividade – mesmo não estando com a documentação totalmente legalizada – receberam um prazo para se legalizarem. A prefeitura revogou a posse de empresários que tinham os cômodos parados, não estavam exercendo nenhuma atividade econômica no local. Isso foi comprovado, pois a prefeitura intimou os mesmos e deu um prazo para eles apresentarem documentos com comprovação de certidões, folhas de pagamentos, dentre outros. Diante dessa documentação, aqueles que não conseguiram comprovar a efetiva situação de pleno funcionamento, tiveram seu direito a concessão do imóvel revogado.

 

De acordo com o prefeito Ronilton, o importante é que agora foram regulamentadas as atividades das empresas no local, para que possa haver investimentos com a devida segurança. “A real intenção e as nossas ações foram pautadas no dever de cumprirmos a função do Executivo que é gerar emprego e renda no município. Com nossa proposta de legalizar as empresas que já estavam trabalhando no Cecoi e com os novos cômodos doados; a perspectiva é de melhorar a economia do município e gerar empregos. Assim como fizemos no distrito industrial, estamos passando a limpo dois locais que antes visavam mais a comercialização de cômodos e, hoje, o interesse público sobrepõe a qualquer interesse particular”, analisa o prefeito.

 

Segundo a matéria publicada pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura, existe na cidade uma corrente contrária ao que está sendo realizado pela administração, e por meio de panfletos e divulgação de vídeos, vem atuando na defesa de empresários que tiveram o seu direito a concessão dos cômodos revogados;  para a adminstração, estes vêm colocando o interesse de particulares a frente do interesse público, deixando de priorizar a geração de emprego e renda no município. A matéria ainda diz que mesmo assim, a prefeitura vai se manter firme no propósito de regularizar a situação de todas as empresas do Cecoi a fim de que cumpram seu objetivo principal de gerar empregos na cidade.

 

O prefeito Ronilton ainda diz: “Gostaríamos de lembrar que a comercialização de lotes e imóveis não aconteceu. O que prevaleceu foi o interesse público de retomar os imóveis que são de propriedade da prefeitura com a cessão para empresários que realmente trabalham no local, gerando emprego e renda. Os que não estavam desempenhando o seu papel, ou seja, o empresário que não estava gerando renda e emprego teve a cessão do seu imóvel caçada pela municipalidade. Tudo feito dentro da mais perfeita legalidade”.

 

ASCOM Prefeitura