07/01 – Uma morte por suspeita de dengue deixou moradores de Passos em alerta. Douglas Medeiros Pimenta, de 72 anos, morreu na última segunda-feira (31) e resultados dos exames indicam que ele estava com a doença. Na última semana, outros 20 casos suspeitos foram registrados no município.

Em 2014, a cidade viveu a pior epidemia de dengue do Sul de Minas, com mais de 1.500 casos confirmados e oito mortes. O filho de Douglas, Marcos Pimenta, disse que o resultado do exame apontou número de referência que indica dengue de 1,10. A análise, no entanto, revelou índice de 4,36, o que confirma que a doença realmente pode ter sido a causa da morte.

Segundo a diretora de saúde coletiva, Adriana Torres, o receio é de que um novo ciclo da doença se inicie.

De acordo com o secretário de Saúde, Carlos Eduardo Colorado, moradores não precisam se preocupar, pois o município está preparado para lidar com um possível surto da doença.

Ainda conforme o secretário, a cidade já intensificou os mutirões de combate ao mosquito Aedes Aegypti, responsável pela transmissão da doença.

Pela proximidade do município de Passos com Itaú de Minas, e pelo contato diário de itauenses que trabalham naquela cidade, nossa reportagem entrou em contato com a Vigilância Epidemiológica municipal solicitando um relatório do número de casos notificados de dengue em 2018 e, se já existe caso notificado neste ano de 2019. A coordenadora desta área disse que, nos próximos dias deve nos repassar essas informações detalhadas para serem divulgadas.

Fonte: G1 / Jornal BNN-Rádio Boa Nova