09/07 – Numa ação ousada, bandidos renderam funcionários e roubaram a empresa mineradora Morro Azul, localizada no Morro do Níquel, zona rural de Pratápolis, permanecendo no local durante todo o dia.

 

O fato foi neste domingo (9). De acordo com informações da Polícia Militar, esta foi acionada por volta das 20h, mas o roubo começou às 7h da manhã, quando funcionários chegaram para trabalhar.

 

No momento que se preparavam para assumirem o turno de serviço, os funcionários foram surpreendidos por cerca de dez indivíduos armados com revolveres e pistolas. As vítimas foram levadas ao refeitório e tiveram suas mãos amarradas com fita adesiva, ficando um dos bandidos vigiando.

 

Durante todo o dia, houve movimentação dos autores, que utilizavam carros, caminhões e maquinas da empresa.

 

Por volta do meio-dia, dois ciclistas, moradores de Itaú de Minas, passaram de bicicleta próximo à mineradora e se aproximaram-se da portaria para pedirem água. Eles também foram rendidos e levados para o refeitório, onde foram colocados juntos com as outras vítimas.

 

Por volta das 18h30, mais três funcionários chegaram à empresa para assumirem o turno de serviço e também foram rendidos e levados para o refeitório.

 

Depois de algum tempo, alguns autores foram até o refeitório e disseram que estavam indo embora e que era para todos permanecerem ali por, no mínimo, meia hora, e que se saíssem antes todos morreriam.

 

Após a saída dos autores, as vítimas permaneceram no refeitório por algum tempo e depois saíram, onde conseguiram acionar a polícia.

 

Das vítimas foram roubados aparelhos celulares e bicicletas. Os bandidos roubaram ainda veículo Fiat/Uno Mille Way Economy, cor azul, placas GYX-0573, de São Paulo/SP; um caminhão Mercedes Benz/Atego 2425, cor vermelha, placas MZX-8212, de Pratápolis/MG, aproximadamente vinte toneladas de níquel granulado; e doze bobinas grandes de fio de cobre, pesando aproximadamente sete toneladas. Outros materiais também foram furtados, mas ainda seria feita uma relação de quais foram.

 

A perícia técnica foi acionada e compareceu ao local para os trabalhos de praxe.

 

O fato foi repassado às frações das cidades vizinhas.