25/03 – Conforme o mais recente boletim epidemiológico de monitoramento dos casos de dengue em Minas Gerais, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, nesta quarta-feira (24), neste ano, Minas Gerais registrou 35.639 casos prováveis de dengue até o momento e duas mortes pelo agravo da doença foram confirmados nos municípios de Medina e Carneirinho e 17 óbitos permanecem em investigação. Com relação ao último boletim, do dia 17, houve um aumento de 4.910 casos.

Em relação à Febre Chikungunya, foram registrados em 2020, até o momento, 646 casos notificados, sendo uma morte em investigação no município de Campo Belo.

Já em relação à Zika, neste ano, foram registrados 244 casos prováveis, sendo 26 em gestantes.

Na área de abrangência da Superintendência Regional de Saúde de Passos, as únicas cidades que ainda não apresentaram casos suspeitos de dengue neste ano são Doresópolis, São Roque de Minas e Vargem Bonita.

Pela quantidade, Passos é a que mais apresenta casos notificados,148, seguido por Cássia (68), São Sebastião do Paraíso (47), Monte Santo de Minas (40), Piumhi (34), Pratápolis (26), Alpinópolis (12), Delfinópolis (12), Itamogi (12), Bom Jesus da Penha (9), Capitólio (9), Guapé (7), São João Batista do Glória (7), São Tomás de Aquino (5), Capetinga (3), Ibiraci (3), Claraval (2), Jacuí (2), São José da Barra (2) e Fortaleza de Minas (1).

De acordo com os dados oficiais, divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde, Itaú de Minas teve, até o momento, 26 casos notificados como suspeita de dengue. Foram 7 em janeiro, 12 em fevereiro e 7 em março.

Fonte: SES