04/10 – Conforme dados do Fiscalizando, portal administrado pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, neste ano, 95% dos municípios da região têm despesas maiores que o total de receita arrecadada. Em outras palavras, dentre as 22 cidades próximas, apenas uma consegue se equilibrar entre o total gasto e o valor acumulado, seja por impostos ou outros recursos da localidade.

 

Na listagem, com uma diferença que supera os R$ 10 milhões, São Sebastião do Paraíso é o município que enfrenta o maior déficit. Enquanto que, no território, a receita gira em torno de R$137,8 milhões, os gastos são de R$148 milhões.

 

Monte Santo de Minas é a segunda localidade com maior dificuldade em equilibrar as contas. Na cidade, a diferença chegou a R$8,7 milhões, onde a média arrecadada gira em torno de R$30 milhões e os custos para manutenção dos serviços locais é de R$38,7 milhões.

 

Doresópolis foi o único município em que o dispêndio não ultrapassa o que é arrecadado. Atualmente, na localidade, as despesas e arrecadações possuem o mesmo valor, de R$8,5 milhões. Apesar do índice positivo em relação ao ano passado, a receita está menor.

 

Mesmo com sua maior extensão, a diferença entre o que é arrecadado e o que é gasto em Passos está na média da maioria das demais cidades circunvizinhas, em um déficit de R$3,4 milhões. No território, a média de receitas é de R$169 milhões e a de despesas é de R$172,4 milhões.

 

Neste ano, em Itaú de Minas, a arrecadação é de R$ 26,6 milhões e as despesas são de R$ 27,7 milhões, o que significa uma diferença de R$ 1,1 milhões nas transações.

Fonte: Folha da Manhã

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVem aí o Campeonato Municipal de Futebol
Próximo artigoCâmara Municipal realizou sessão ordinária
Avatar
O Portal de Notícias de Itaú de Minas. Além das notícias da cidade atualizadas diariamente, o site oferece mural de recados, sua opinião aos fatos e acontecimentos e a cobertura total nos acontecimentos esportivos da cidade, com a divulgação de tabelas, resultados e a transmissão dos eventos futebolísticos, como a participação em campeonatos a nível municipal e regional, com a equipe Toque de Bola.