Cássio Soares (deputado estadual PSD/MG)

14/05 – Deputados estaduais que compõem a Comissão de Minas e Energia lançaram, ontem (13), uma frente para discutir os baixos níveis do Lago de Furnas.

 

O objetivo é defender os interesses dos 34 municípios banhados pelo reservatório e tentar garantir uma cota mínima para o turismo.

 

O anúncio foi bem recebido pelos presentes, que estavam com faixas a favor da Cota Mínima 762. A cota é a proposta de que o reservatório tenha um espelho mínimo de água de 50% e tem por finalidade manter a região com potencial turístico. Mas a proposta precisaria de apoio do Governo Federal, por envolver diferentes legislações.

 

Na audiência pública da Comissão de Minas e Energia, o deputado estadual Cássio Soares pontuou a relevância de planejamento e de políticas públicas que considerem o impacto do Lago de Furnas no desenvolvimento econômico da região.

 

Cássio Soares abordou alguns problemas enfrentados por municípios como Delfinópolis, São João Batista do Glória, Alterosa, Areado, Carmo do Rio Claro, São José da Barra e Capitólio que são cercados pela represa e prejudicados em razão da falta de planejamento dos responsáveis pela hidrelétrica e sua fiscalização.

Fonte: Folha da Manhã / Ascom Deputado Cássio Soares

COMPARTILHAR
Artigo anteriorSuspeito de vários furtos é preso pela PM
Próximo artigoMEIs têm alta de mais de 12% em Itaú de Minas
Avatar
O Portal de Notícias de Itaú de Minas. Além das notícias da cidade atualizadas diariamente, o site oferece mural de recados, sua opinião aos fatos e acontecimentos e a cobertura total nos acontecimentos esportivos da cidade, com a divulgação de tabelas, resultados e a transmissão dos eventos futebolísticos, como a participação em campeonatos a nível municipal e regional, com a equipe Toque de Bola.