03/05 – O governo de Minas Gerais recuou e assumiu compromisso com os deputados de continuar o Programa de Ensino em Tempo O nas escolas da rede pública de Minas Gerais.

 

A proposta de Romeu Zema foi feita depois de muita negociação encabeçada pelos líderes de blocos na Assembleia, entre eles o deputado estadual Cássio Soares, que não aceitaram os cortes de 110 mil alunos do programa.

 

A proposta apresentada é a de voltar 30 mil alunos ao Tempo Integral no próximo mês de maio, 25 mil em agosto e 55 mil em fevereiro de 2020, totalizando o atendimento a 110 mil alunos. 

 

Para garantir que os cortes não mais aconteçam e que o Programa seja implantado de forma definitiva, o deputado Cássio Soares protocolou, na noite de terça-feira (30), uma Proposta de Emenda Constitucional, para que o atendimento seja garantido dentro da Constituição do Estado.

 

Ouça o que disse o deputado Cássio Soares: