06/11 – Na edição do jornal BNN de ontem (05/11), nós divulgamos uma matéria onde de acordo com o Boletim Epidemiológico de Monitoramento dos casos de dengue, chikungunya e zika, divulgado nesta segunda-feira (4), pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), mostrou que a chegada da primavera tem colaborado para redução dos índices de casos prováveis (confirmados+suspeitos) de dengue no estado, porém uma matéria do G1 Sul de Minas, coloca os itauenses em estado de atenção, é que algumas cidades da região entre elas Passos, e São Sebastião do Paraíso, onde muitos itauenses visitam diariamente, por motivo de trabalho, foram classificadas no último balanço da dengue como cidades de incidência muito alta da doença. Passos aparece como a cidade com mais casos na região.

 

Os dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde contabilizam os casos registrados desde janeiro. Passos tem mais de 3.383 casos prováveis e duas mortes registradas pela doença.

 

Já São Sebastião do Paraíso aparece em seguida, com 1.777 casos prováveis.

 

Além de Passos e Três Pontas, foram registradas mortes pela doença em Campos Gerais e Guaranésia.

 

Em Itaú os casos estão sob controle porém um descuido dos moradores é o suficiente para que o estado de alerta seja decretado, isto porque a chegada das chuvas podem agravar a situação, já que o calor e o acumulo de água parada em recipientes, são ambientes propícios á proliferação do Aedes Aegipty, o mosquito transmissor das doenças.

 

Diante deste cenário, o melhor é que os moradores continuem fazendo sua parte para eliminar os possíveis focos do mosquito.

 

Nossa reportagem conversou na manhã desta quarta feira (06/11), com o Supervisor do setor de dengue em Itaú de Minas, Jonas Marques.