30/01 – Em pleno recesso Legislativo os trabalhos seguem na Câmara Municipal de Itaú de Minas e, essa semana, está sendo marcada por quatro sessões extraordinárias, não remuneradas.

Na segunda-feira (28), às 16h, teve uma sessão onde aconteceu a única discussão e primeira votação do Projeto de Lei que dispõe sobre o aumento no subsídio dos servidores públicos municipais.

A matéria foi aprovada por unanimidade, sendo que faltaram à votação os vereadores Antônio Nunes, Donizetti Amorim e Roberto Vieira.

Na terça-feira (29), às 13h, teve a segunda votação desse mesmo Projeto de Lei, que novamente foi aprovado por unanimidade, sem a presença dos vereadores Nunes e Zetinho.

O projeto enviado pelo Executivo e aprovado pela Câmara, concede um aumento de salário para todos os servidores municipais de 3,75%. Para os do magistério, seguindo o piso nacional da educação, o aumento será de 4,17%. Já para os agentes comunitários de saúde e os agentes de combate a endemias, foi aprovada a tabela de vencimentos, seguindo o que diz a legislação federal sobre este assunto.

Nesta quarta-feira (30), às 17h30, tem uma sessão extraordinária na Câmara Municipal, onde a pauta é a única discussão e primeira votação do Projeto de Lei que dispõe sobre a gratuidade do transporte escolar para estudantes do Ensino Superior. Antes disso, haverá a votação de um Requerimento de urgência especial a este projeto, proposto pela Mesa Diretora. Já nesta quinta-feira (31), com horário a se confirmar, está prevista uma sessão para a segunda votação do Projeto de Lei que dispões sobre a gratuidade do transporte escolar para estudantes do Ensino Superior.