20/11 – O presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM) e prefeito de Moema, Julvan Lacerda (MDB), entregou nesta segunda-feira (19) ao presidente da República Michel Temer (MDB) um pedido de intervenção federal em Minas Gerais.

A justificativa, segundo Julvan, é a situação de atrasos de repasses do governo do Estado para as prefeituras e o fim das possibilidades de diálogo com a admininistração de Fernando Pimentel. Segundo levantamento da AMM, a dívida já está acima de R$ 10 bilhões. Ao todo, 18 associações de microrregiões assinam o pedido.

Ainda de acordo com o presidente da AMM, Michel Temer prometeu tomar providências.

De acordo com o advogado-geral do Estado, Onofre Batista, a medida é “inadequada e estéril!”. Isso porque, segundo ele, essa questão já foi apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF) anteriormente e não foi deferida. Ele argumentou que os estados passam por esse problema e a medida afetaria todos.

Fonte: Estado de Minas